Morto-Vivo: Stanley Matthews

Pela segunda (ou terceira) vez eu contei a história de um futebolista estrangeiro na minha coluna Mortos Vivos da revista Placar. Mais uma vez foi um inglês.

Eu confesso que nem sabia da existência de Stanley Matthews há algumas semanas atrás. E nem saberia se meu editor não me sugerisse o nome desse excepcional ponta esquerda. Era um caso raríssimo no mundo meio auto-destrutivo do futebol.

Stan era vegetariano. Jamais abandonou a boa forma física. Jogou profissionalmente até os 50 anos. Sem levar um único cartão. É uma figura raríssima, que ganhou duas estátuas e o título de Cavaleiro do Império Britânico.

A coluna sai na edição de dezembro/2007.

Comentários

Pedro disse…
Falando em futebol tenho uma notícia triste: Morre aos 76 anos em São Paulo dia 14 de novembro de 2007 o campeão mundial e da primeira libertadores da América em 1960 Santiago Raimundo Pino, grande jogador e amigo incomparável.
Mais uma tragédia ao futebol mundial.
Eu prefiro o Mortos Vivos com jogadores que tenham atuado no Brasil (brasileiros ou não). Sir Stanley Matthews certamente é alguém com uma trajetória incrível, mas ainda há tantos brasileiros "mortos vivos" por se falar... isto posto, aguardo pela nova edição.

Postagens mais visitadas