No Reino da Portelinha

No último dia 4 eu escrevi um post meio entusiasmado com os rumos da novela Duas Caras. Resolvi esticar esse post para a próxima coluna da Época. Citei 7 razões para cumprimentar seu autor.

O que eu admiro no trabalho de Aguinaldo Silva é sua coragem em produzir uma ficção cheia de posições políticas, sociais e raciais ousadas, raras de se encontrar no Brasil. Mas não é só por isso que eu acompanho Duas Caras. Ela me diverte. Torço para que acabe bem.

Comentários

Pancho disse…
A ilustração deste post é um trocadilho com o nome da novela ou é impressão minha?
Muito boa.
Dagomir Marquezi disse…
Pancho: é isso mesmo. Essa é uma ilustração do holandês Maurits Cornelis Escher (1898-1972). Aquele mesmo das escadarias perpétuas. É um prazer ter leitores atentos e cultos.

Postagens mais visitadas