Síndrome de CNN

Tenho uma espécie de ansiedade noticiosa. Não consigo dormir sem dar pelo menos uma olhada na CNN. Basta uma olhadinha. Quando vejo os apresentadores sorrindo um para o outro, relaxo. O mundo não está para acabar enquanto durmo.

Assisto tanto a CNN International que me sinto íntimo de alguns de seus apresentadores. Já elegi a mais bela (Zain Verjee), me divirto com o mais engraçado (Richard Quest) e sei de cor o nome de cada um daqueles repórteres malucos que andam de carro nas ruas de Bagdá ou se enfiam no olho do furacão. A CNN virou mais do que uma rede de TV. Virou uma instituição. A BBC é mais ousada em suas reportagens de campo. Mas a CNN é mais confortável.

Comentários

Marrie disse…
Não acredito q este horário esteja correto........... vc postou às 4 horas da manhã?! rsrsrs
Começo a acreditar q, na verdade, vc não dorme nunca! rs
bjs
Dagomir Marquezi disse…
Marrie: durmo sim! Das 5 ao meio dia, mais ou menos...
Hehehe. Veja só que curioso! Eu também já tinha elegido a mais bela e foi justamente a Zain Verjee (com aqueles belos traços que lembram uma mulher indiana e aquela voz deliciosa... e nem sei se ela é de fato indiana ou tem descendência) e o mais engraçado, com certeza, o Richard Quest, com aquele sotaque britânico e que, para os que não entendem a lingua anglosaxônica, pode soar ininteligível! rs.

Pelo visto não é só você que não vai dormir sem antes passar pela CNN.

Update: Acabei de ver na bendita wikipedia. Ela nasceu no Kenya mas tem pais indianos. E se formou na McGill University, Montreal.
Dagomir Marquezi disse…
Leonardo: entre outras coisas é para isso que serve a internet. Encontrar alguém que já tenha ouvido falar da bela Zain e o engraçado Richard QUest (que me lembra muito o Paulo Francis no seu jeito de falar). Por falar em CNN, o Ian Anderson do Jetthro Tull fez uma música em homenagem a outra apresentadora, a Ralissa Vassilova (acho que é assim que escreve). Abraço. D
Pesquisei e o correto é Ralitsa Vassileva (não que isso seja tão importante assim, rs). Tem o link dela na CNN. http://www.cnn.com/CNN/anchors_reporters/vassileva.ralitsa.html. Eu, particularmente, não gosto muito do jeito dela apresentar... Mas, é questão pessoal mesmo.

Gosto mais da Christiane Amanpour (que foi uma das primeiras que conheci pela TV como sendo da CNN pela cobertura que, quando era pequeno, lembro dela ter feito da primeira guerra do Iraque.)

Eu gosto também do Anderson Cooper. Mas acho que ele é um tanto americano demais para aguentar. Em que sentido? Prefiro os reporteres que não tem muita cara de americano. Nada contra eles, mas é que acho que numa rede como a CNN, que é internacional, pessoas com rosto que lembram descendência estrangeira ajudam a dar um ar mais internacional e, por conseguinte, ter maior audiência. Dai gostar tanto da Zain e do Richard Quest.

E, claro, o melhor de todos para mim é o Larry King e o seu programa. O cara é muito bom!
Anônimo disse…
Caro, Damomir, li sua coluna (Epoca 24/03)e concordo com tudo q vc escreveu a respeito da Madonna e das bandas "injustiçadas" do Hall of Fame, Agora fazer pouco do Leonard Cohen (um quase Bob Dylan, só faltou a fama e uma discografia mais extensa) é imperdoavel. o cara influenciou toda a geração dos anos 80, 90 (Pixies, Nirvana, Echo, R.e.m, Nick Cave etc...) e canta muito melhor q o Dylan, alias, tem uma das melhores vozes do Rock, sem falar da poesia. Ele é muito mais significativo q os Troggs ou Guess Who.

Postagens mais visitadas