Novela X Tecnologia

Minha próxima coluna para a revista Info vai ser sobre novelas. Novelas numa revista de tecnologia?! Na verdade, sobre a falta da tecnologia. Os novelões tradicionais brasileiros vivem um mundo paralelo onde as pessoas se comunicam no máximo por telefone. Quais as consequências dramatúrgicas desse fato? É o que eu exploro na coluna, que sai na Info de setembro.

Comentários

Mas pelo menos os (poucos) computadores que eles usam têm uma usabilidade interessante. Completamente diversa da nossa, para aparecer melhor na tela, mas provavelmente muito mais fáceis de usar.
Ricardo Soares disse…
bem colocado professor dagô... um ano depois meu blog fala de vc como um incentivador do meu universo blogueiro... saudações badedas
Anônimo disse…
Esses dias, mudando de canal, parei na Globo. Estava passando uma novela (a qual não sei o nome!?) onde o ator Edson Celulari usava um computador "mágico". Ele "batia" no teclado de qualquer jeito e surgiam as palavras (rsrsrs). De repente apareceu uma tela de "login e senha" e ele saiu do computador.
Creio que foi meu tempo máximo na frente ta tv vendo novela, aproximadamente 15 segundos.
Não adianta, o público da novela é mesmo o pessoal do telefone, orelhão...
Se alguma emissora, por exemplo, ousar em transmitir o House as 21hrs vai tomar de "goleada" do pessoal do orelhão.

Abraços
pippinTuk disse…
Dagomir, colegas comentadores, quero ressaltar que a TV está evoluindo, sim. Na Globo, com certeza, continua na idade da pedra, afinal cá entre nós, apesar de todo mundo assistir globo, o público-alvo da emissora, de verdade, são as camadas cada vez mais populares. Não assisto a Globo (salvo raras exceções) há 2 anos pois cansei de ter minha inteligência insultada pela emissora.

Na novela Chamas da Vida, na Record, há uma trama se desenrolando de um pedófilo aliciando uma menina pelo MSN. Na novela anterior do mesmo horário, um casal de velhinhos se conheceu da mesma forma. No horário anterior, há pouco terminou outra novela em que uma mulher flagrou a traição do marido pelo GPS do carro. Há vários exemplos, quando você se dispõe a ver o que mais está passando. A Globo conta com a preguiça das pessoas de trocar de canal. Mesmo com o zapping, ainda voltam pra ela.

Tenho NET, mas só vejo os canais pagos eventualmente, pois no meu quarto ainda estou restrito à TV aberta. Assisto a Record diariamente, que principalmente a partir das 23h (hora q chego em casa) tem uma programação excelente. House, por exemplo, marca presença toda quarta-feira e não troco um episódio dele por um ano inteiro da programação da Globo, que nivela a programação por baixo pra ninguém ter que pensar (isso cansa!) enquanto assiste.

Variem! Faz bem. E promove a qualidade da programação de novo.

E, Dagomir. Grande abraço =)

Postagens mais visitadas