Happy Birthday, Mister Bond


Estou lendo a biografia "oficial" de James Bond e entre outras coisas aprendi que ele (o personagem de Ian Fleming) nasceu no dia 11 de novembro de 1920 em Wattenscheid, Alemanha. E que portanto hoje, terça feira, o agente 007 estaria completando 88 anos.  

Em comemoração à data fui assistir Quantum of Solace.  Não gostei.  As cenas de ação são impressionantes,  no estilo Bourne.  Mas o filme não tem charme. Não tem uma trama convincente.  E colocar Bond para trabalhar (indiretamente) a serviço de Evo Morales é de doer. Quantum of Solace flerta com o populismo que tanto atrasa a América Latina.  

Quanto ao mito: 1) James Bond não é super-herói. No excelente Casino Royale o cara era humano a ponto de sofrer um enfarte! Em QS se torna uma máquina indestrutível de matar.  2) Felix Leiter é um grande amigo de 007, não esse bobo indiferente. 3) Rene Mathis é amigo de primeira hora e parte integrante da série. Desculpe estragar a surpresa, mas matar Mathis é indesculpável. 4) M é uma diretora de extrema importância do serviço de inteligência  britânico. Seu papel é ficar no seu escritório do Regent Park em Londres, e não circular o mundo como acontece em Quantum.  5) As organizações maléficas que Bond enfrenta (como a SPECTRE) possuem estilo e personalidade. A Quantum não tem nenhuma marca própria.

Casino Royale é considerado um dos melhores filmes de James Bond em todos os tempos. Na minha modesta opinião, Quantum of Solace está entre os piores. 


Comentários

Plunk disse…
Achei seu blog um bom achado na web. vejo que o dia é de sorte pra mim. É claro que faria comentários mais especícicos sobre um texto e outro, mas agora, já desde ontem acordado, não sei se seria justo ao usar as palavras. Com certeza colocarei o seu link em meu blog. É uma página que eu quero visitar melhor. Quem sabe à tarde com torradas e chocolate? Abraços e parabéns!
Dagomir Marquezi disse…
Plunk: obrigado pelos elogios! O blog de Plunk está nos seguinte endereço: http://plunkplakzum.blogspot.com/
Marrie disse…
Olá querido escritor....
Mesmo ausente nas palavras, não deixei de visitá-lo de vez em qdo. O momento não me é propício e ando preferindo o silêncio. Mesmo assim, vi q continuo em sua lista de links e isso me deixou muito orgulhosa.
Obrigada, Sr. Dagô! Espero q agora estejas dormindo mais! rsrs
bjs

Postagens mais visitadas