Os 10 Mandamentos de Steve Jobs

Eu cheguei até a porta de Steve Jobs. Não fui pedir emprego. Estava na sede da Pixar em Emeryville, California, escrevendo uma matéria para a SuperInteressante (meu crachá me identifica como "Dagomar Marquezi, um estranho lá de fora!"):  




O dia era 9 de julho de 2002 e meu guia num certo momento mostrou com toda deferência uma das portas: "é a sala do chefe". Steve Jobs não estava lá dentro. E eu ainda não havia conhecido de perto a magia da maçã. Não tinha um iPhone como companheiro e auxiliar de todas as horas. E o "chefe" ainda estava a 7 anos e meio de anunciar o iPad. Eu viraria um fanático tardio.




Há um mês atrás a revista Newsweek publicou uma matéria de capa sobre Steve Jobs. E uma das páginas mais desse perfil listou os "10 Mandamentos de Steve", segundo o jornalista Leander Kahney. Um resumo:


1) Busque a perfeição - não deixe nenhum detalhe manchar sua obra
2) Trabalhe com especialistas - pense grande na hora de buscar ajuda
3) Seja impiedoso - um dos seus produtos vai mal? Acabe com ele sem dó
4) Dispense os focus groups - faça o produto pensando em você mesmo
5) Nunca pare de estudar - aprenda com a concorrência
6) Simplifique - já está simples? Simplifique mais um pouco
7) Guarde seus segredos - mais segredo = mais expectativa = mais divulgação
8) Mantenha sua equipe pequena - o projeto em primeiro lugar
9) Use mais incentivos que castigos - a Apple é a melhor por causa da motivação
10) Abuse dos protótipos - aperfeiçoe muito antes de apresentar


Comentários

Ele realmente acreditava nisso. Mostrou-se fiel, durante sua trajetória.
É preciso acreditar em alguma coisa - na própria coragem, no destino, na vida, no karma, no que quer que seja.
Esta atitude nunca me deixou mal; antes pelo contrário, fez toda a diferença na minha vida.

(Steve Jobs, discurso de introdução, Stanford University, 2009).

Postagens mais visitadas