Cuidado, Pacífico! O boné!


Era uma vez um desenho animado em preto & branco que passava na TV e que contava uma história que começava nos tempos bíblicos. Segundo o desenho, o poderoso Sansão foi a uma barbearia e seus cabelos foram recolhidos e guardados para o futuro. E milênios depois esse cabelo foi aproveitado num boné, que dá super força ao seu usuário. O boné acaba sendo usado por um fracote chamado Pacífico da Paz, que por alguma razão vai parar num trilho de trem. Ele para um grande trem com um dedo, mas o boné começa a escorregar da sua cabeça, e o narrador do desenho (dublado) diz: "Cuidado, Pacífico! O boné!"


Por alguma razão esse desenho grudou na minha cabeça pelos últimos 50 anos. "Cuidado, Pacífico! O boné!" E eu só me lembrava desses detalhes. Mais nada. Nem o título, nem o estúdio, nada. Aquela lembrança queria escapar inteira do cofre da minha memória. Depois descobri que meu amigo Rogério Naccache também era meio obcecado em descobrir esse desenho. Via Google Talk, fizemos um esforço. E  graças ao cada vez mais indispensável YouTube, descobrimos que o desenho se chama:


E que felizmente permanece dublado com aquelas vozes que ecoavam no porão de nossas lembranças. Revi o início parodiando documentário histórico. E descobri que parte do meu fascínio tinha a ver com uma garota loura com cabelos de Verônica Lake. Ela é covardemente agredida por um malvado robô-frankenstein.


O estranho desenho foi feito em 1943 e dirigido por  Bob Wickersham. Quem quiser saber mais detalhes o verbete na Wikipedia está neste link. E o desenho em si está aqui. ATENÇÃO: o volume está muito alto! No proprio YouTube tem um controle para abaixar o som:

Comentários

Rogerio Naccache disse…
Maravilhoso. Épico. Mereceria uma versão da Pixar.
Augusto Portugal disse…
Dagô. É quase inimaginável ver (e ouvir) as imagens e sons da nossa infância neste verdadeiro feito arqueológico que você conseguiu. Tive a mesma sensação ao ver, um dia, na TV, mais ou menos 20 anos atrás, um trecho de um filme que me trazia lembranças da infância e não consegui descobrir como vê-lo. Felizmente, poucos anos atrás, soube que tinha sido lançado em DVD e o consegui. É ele, o fantástico "Os 5000 dedos do Dr. T".com direção de Roy Rowland, de 1952. Escrever isto aqui ao som dos gritos da mocinha ecoando como um gato miando e do aviso do narrador, "Você fez o possível, Pacífico, cuidado com o boné" é simplesmente genial. Um estímulo aos neurônios. Parabens, ô meu!!
Augusto Portugal.
Mandei para o meu pai. A resposta dele: "Lembro, sim. E estranhamente esse desenho não passava no canal 7, Record, mas sim na TV Paulista, canal 5, que depois foi comprada pela Globo! O problema era que o canal 5 pegava mal pacas lá em casa..."
Dagomir Marquezi disse…
Oi Augusto, eu sabia que algum outro cinquentão (além de mim e do Rogério) ia lembrar o Pacífico da Paz! Ontem foi um dia de glória por achar esse desenho. E tinha que ser dublado para a festa ficar completa. E eu assisti uma vez só do 5000 dedos e nunca mais vou esquecer aqueles teclados contínuos e o menino com uma hélice no boné. (O filme é baseado num livro do famoso Dr Seusss). Super abraço e eu sei que estou devendo uma visita!
couto.zegeraldo disse…
obrigado, dagomir.
esse desenho também marcou a minha infância.
abração e parabéns pelo blog.
Dagomir Marquezi disse…
Obrigado Zé Geraldo!
Anônimo disse…
Dagomir
A pergunta é, era uma série ou um desenho avulso? Se for seriado este provavelmente é o primeiro episódio? O narrador é nada mais nada menos que o Aloysio de Oliveira(do Bando da Lua e da gravadora Elenco), notou? O começo da animação o estilo mimetiza os desenhos das paredes do Egito, que estão em nosso imaginário. Percebeu que aquela história da locomotiva do Luis Gê tem influencia disto?
Genial!!
abraço
joão antonio
Anônimo disse…
Dagomir
A pergunta é, era uma série ou um desenho avulso? Se for seriado este provavelmente é o primeiro episódio? O narrador é nada mais nada menos que o Aloysio de Oliveira(do Bando da Lua e da gravadora Elenco), notou? O começo da animação o estilo mimetiza os desenhos das paredes do Egito, que estão em nosso imaginário. Percebeu que aquela história da locomotiva do Luis Gê tem influencia disto?
Genial!!
abraço
joão antonio
Anônimo disse…
Dagomir
A pergunta é, era uma série ou um desenho avulso? Se for seriado este provavelmente é o primeiro episódio? O narrador é nada mais nada menos que o Aloysio de Oliveira(do Bando da Lua e da gravadora Elenco), notou? O começo da animação o estilo mimetiza os desenhos das paredes do Egito, que estão em nosso imaginário. Percebeu que aquela história da locomotiva do Luis Gê tem influencia disto?
Genial!!
abraço
joão antonio
Shiro disse…
Que pena, tentei assistir o desenho mas ele foi retirado, muito legal, doces lembranças da época.
Martha disse…
Boa tarde, Dagomir....
Tentei assistir ao seu video,mas diz que vc o retirou.... Sabe onde posso encontra-lo?
Obrigada, Martha
Daniel disse…
Olá. Após aproximadamente 50 anos, graças ao Google, consegui obter informação sobre esse desenho que, vez ou outra, vem à minha lembrança sem nunca saber seu nome. Hoje (15.08.2012) finalmente consegui obtê-la. Mas, mesmo com a informação do nome original em ingles, não consegui ver novamente esse desenho. Infelizmente neste blog o link foi retirado e infelizmente, também no Youtube, não consegui ver, nem sem dublagem. Pergunto: será que alguém poderá me ajudar a ver esse desenho, com ou sem dublagem? Agradeço a quem me informar algo. Daniel (sp2006b@yahoo.com.br)
Quem quiser matar a saudade, segue link da versão dublada em Português:

http://youtu.be/S-j4lZIZwTc

Quem quiser matar a saudade, segue link da versão dublada em Português:

http://youtu.be/S-j4lZIZwTc

Postagens mais visitadas