Museu do Rock

Entreguei minha próxima coluna para a Época sabendo que deve gerar polêmica. Principalmente entre os fãs de Madonna. Acontece que o Rock and Roll Hall of Fame vai chamar a rainha do marketing pessoal para sua galeria. Na coluna eu protesto. Qual o sentido de convidar Madonna, que não tem absolutamente nada a ver com rock para o RRHF? Aí eu cito minha lista de artistas lendários do gênero que ainda não estão lá - mas deveriam estar. E ainda dou um esculacho em bandas que já deveriam ter se aposentado...

Comentários

Xampu disse…
Muito boa a iniciativa,
Quem dera todos soubesse o que realmente é Rock!
A reclamação é essa? Pode contar com o meu apoio!
vitor guerra disse…
Madonna?
onde ja se viu isso...

concordo com tudo.menos isso:

as bandas antigas ainda fazem muito sucesso e nao sao mediocres.

quer comentar sobre mediocridade?
fala de emo.
Vinícius disse…
O que é issooo! Madonna no rock and Roll Hall of Fame, sim! Li sua reportagem na revista Época essa hoje (25 de março) e sinceramente não gostei! Madonna está lá por contribuir para a música durante 25 anos ( se bem que por abril já chega Hard Candy prontinho para ganhar as ruas e os primeiros lugares das paradas das lojas!) E quem são os outros artistas que você citou?! Ninguem se lembra. Mas em Madonna, as pessoas logam têm uma opinião a seu respeito! Pode ser positiva ou negativa, mas pelo menos têm! Será que isso não é rock? Se pegar o albúm auto-intitulado de 1982, seu primeiro albúm, lá sim você encontra rock! Burning Up, Everybody, entre outras têm batidas rock! Agora não podemos fazer nada se a maior artista feminina da história da música foi eleita e aplaudida pelos componentes da noite de premiação e seus artistas, como é que se chamam mesmo(!) não foram...PACIÊNCIA!
Dagomir Marquezi disse…
Vinicius: você entendeu o que eu quis dizer. Não estou dizendo que Madonna não tenha valor. Nem que eventualmente ela cante um rock ou outro (gosto muito de Beautiful Stranger). Mas o Rock and Roll Hall of Fame deveria premiar artistas mais identificados com o rock. As bandas que eu citei são todas de grande importância para o gênero. Mas estão esquecidas. Mais uma razão para serem lembradas pelo RRHF. De todo jeito, obrigado pela sua participação.
Carlos Alberto disse…
Senhor Dagomir,li sua grandiosa reportagem na edição de 24 de março da revista Época.Tal reportagem,prova sua grandiosa sabedoria quanto ao mundo em que vive.
O Rock and Roll of Fame and Museum,é um museu e uma instituição em Cleveland, Ohio, Estados Unidos, dedicado, como o nome sugere, a registrar a história de alguns dos mais conhecidos e influentes artistas, produtores e outras pessoas que tiveram grande impacto na indústria do rock.Atualmente, o principal critério para a inclusão de uma banda ou artista é que seu primeiro álbum tenha sido lançado pelo menos há 25 anos.
A "rainha de marketing",Madonna lançou seu primeiro álbum em 1982,desde lá,somam-se 26 anos.
Além disso,o termo "rock and roll" tem diversos significados, seja para definir o rock tradicional ao estilo dos anos 50, ou para definir o rock surgido posteriormente, e até mesmo certas vertentes da música pop.Os instrumentos mais comuns no rock and roll são a bateria, guitarra elétrica, o baixo e muitas vezes um piano ou teclado, embora no início, o principal instrumento tenha sido o saxofone, posteriormente substituído pela guitarra no final dos anos 50.
Saiba que no DVD de Confessions tour,"A rainha" aparece na música "I love New York",com sua lindíssima guitarra e seus acordes musicais,além da sua voz.
Rock,não só é o Heavy metal,este é apenas um dos seus gêneros.
Se você não concorda,com a inclusão de Madonna no Rock and Roll Hall of Fame e Museum,por que não reclama junto a seus diretores ao invés de cegar a mente de incrédulos brasileiros?
Além disso,Madonna não fez petição afim de entrar neste salão.

Postagens mais visitadas