Sem piedade


Esta senhora aí em cima é minha consciência profissional. Ela não dá mole. Faz com que cada segundo não aproveitado em trabalho fique recheado de culpa. Graças a ela, arrancar um único dia de folga total vira uma tarefa difícil. É interessante. Quando a gente tem um emprego, ganhamos férias, 13o., todo mundo dá um jeito de tirar um tempo de folga, tomar mais um cafezinho, esticar um almoço. Quando trabalhamos por conta própria, cada minuto sem trabalhar se torna uma traição a nós mesmos. Não que eu não arranje dia para fazer (quase) nada durante a semana. Mas é um luxo. Para quem está envolvido em diversos trabalhos e projetos ao mesmo tempo, a moça do chicote é implacável.

Comentários

jo fevereiro disse…
Muito bom o novo visual do blog, Dagô.
É impressão minha, ou essa "Senhora Sem Piedade" tem as pernas cabeludas?

Postagens mais visitadas