A cidade que eu quero


Outro dia postei no Facebook duas fotos de edifícios recentemente erguidos aqui no bairro da Vila Madalena, em São Paulo. Destaquei a feiura deles. Foi a minha opinião, claro. A maioria dos comentários concordava comigo. Vários outros disseram que gostaram desses estilos, por representarem uma tendencia contemporânea de estética arquitetônica. Esses são os prédios:

 

O edifício está atrás do estacionamento. É esse paredão quadriculado ao fundo numa colagem de cores foscas. Alguns dos retângulos são janelas.


Este outro procura ser "conceitual", tendo como inspiração a estética (e o próprio material) de contêineres empilhados num cais de porto. Eu pessoalmente achei dois horrores, feios ao extremo, mas reconheço que beleza é um conceito relativo. Ninguém é obrigado a concordar comigo.

Mas o que temos nessas duas construções vai além da questão estética. Numa época de crise hídrica e energética, as cidades precisam ser cada vez mais verdes. Esse é o conceito que se espalha nos países mais avançados: edifícios cobertos de plantações e com grandes janelas para aproveitar ao máximo a luz do sol e resfriar o ambiente sem depender do ar condicionado. Além de realizar coleta e reaproveitamento da água da chuva.


Hoje mesmo li que em Copenhague, a capital da Dinamarca, todas as contruções terão de ter cobertura vegetal em seus tetos. Segue o caminho de Toronto, no Canadá. Muitas outras se seguirão. Enquanto isso São Paulo (e no Brasil) vamos continuar construindo caixotes porque são "modernos"?

Comentários

Boa noite !

Acredito que a " atualização " das cidades passa , necessariamente pela " atualização " das pessoas . De pessoas para humanos .

Porquê isso ? Pessoas querem , acham , anseiam e etc...mas quando é "hora " de pensar e agir a " desculpa de sempre " é como fazer ?

É preciso formular as perguntas certas para obter resultados e pessoas não fazem perguntas , emitem , quando muito opiniões . sei que é pesado dizer isso mas é a verdade .

uma cidade " verde " passa por pessoas que se tornem humanos e logo , menos porcos , menos fazedores de bobagens , mais comunitários , participativos de ações cidadãs , menos criadores de problemas e etc...

É assunto que " rende " bastante e , em última análise necessita de Nações Humanas de para humanos .

As ações são de " algumas cidades " sem os problemas de ' Megas ' , a exceção é Nova York , pórem todas as demais grandes cidades detem problemas de " sitiamento " , áreas A q não são para B e vice versa .

cidades " verdes " são para humanos , todos .

eis o desafio: tornar cidades para todos na prática .

abandonemos a retórica .

quanto aos predios...realmente é decepcionante o visual ...mas beleza é para muitos relativa e pessoal de fato .

aqui no Rio todos os prédios em construção na área do Porto são " ambientalmente incorretos " , uma lástima ....

Postagens mais visitadas